Lula pedirá trégua a sem-terra em troca de reforma

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, irá receber, no dia 8 de julho, no Palácio do Planalto, as principais lideranças dos movimentos de trabalhadores sem-terra do País e irá propor uma trégua nas ocupações em troca de um programa concreto de reforma agrária. A informação foi dada pelo ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, em Bebedouro (SP), durante encontro com representantes do setor citrícola. Segundo Rodrigues, que não irá participar do encontro, a trégua com os sem-terra servirá para reverter as expectativas negativas, principalmente no exterior, com a intensificação nas ocupações de terra. "É fundamental que seja feito um projeto de reforma agrária para o País, que até hoje foi protelado e esse é o intuito do presidente. Só que não pode ser na marra e nem na porrada", disse o ministro. Segundo Rodrigues, o programa de reforma agrária tem ainda de ser "capitalista", pois é preciso garantir o lucro para o pequeno agricultor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.