Lula pede que disputa ideológica não atrapalhe votações

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no seu programa semanal de rádio, o Café com o Presidente, voltou a pedir que os parlamentares do Congresso aprovem o projeto do Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb), para garantir R$ 4,3 bilhões para o ensino básico já em 2006. "A minha expectativa é que os congressistas levem em conta que é importante para o Brasil e não permitam - pelo fato de termos eleições este ano - que a disputa ideológica atrapalhe que os projetos importantes sejam votados", disse Lula.O presidente explicou que com o Fundeb aprovado, "haverá mais dinheiro para cuidar das crianças, creches, ensino fundamental e ensino médio. Se isso não acontecer, as crianças brasileiras perderão um ano, o que não é bom para elas e eu acredito que não é bom para o Brasil".Lula fez um balanço de seu programa na área educacional, citando o ProUni, o programa que é o resultado de um acordo do governo com instituições privadas e disse também que o ensino profissional é fundamental para o desenvolvimento de uma nação. "Nós estamos criando 32 escolas técnicas das quais iremos inaugurar 25 ainda em 2006. Nós estaremos fazendo investimento. Gasto é quando a gente gasta em cadeia. Na minha cabeça, quanto mais dinheiro para a educação, quanto mais jovem na escola, quanto mais criança na creche, quanto mais jovem na universidade, mais o Brasil terá a possibilidade de vencer todos os seus obstáculos. É com essa expectativa que eu entro o ano de 2006".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.