Lula pede pressa para tratados, mas sem citar Chávez

Na reunião do Conselho Político, o presidente Lula cobrou mais agilidade na aprovação de tratados internacionais assinados pelo Brasil. Todos os presentes negaram que tenha citado o fato de o Congresso ainda não ter aprovado a entrada da Venezuela no Mercosul. Mas o pedido vem apenas 10 dias depois do último encontro de Lula com o presidente Hugo Chávez, que mais uma vez reclamou da lentidão do Congresso."O presidente não se referiu especificamente ao caso da Venezuela", disse o porta-voz da presidência, Marcelo Baumbach. "Ele observou que é importante que se aprovem, com máxima celeridade, os acordos internacionais."Há 10 dias, no encontro em Manaus com Lula, Chávez se disse "triste e perplexo" com o atraso do Congresso. "Estou seguro que é a mão do império, a mão norte-americana", criticou. Em julho, ele chamara o Congresso de "papagaio dos Estados Unidos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.