Lula pede compreensão das Forças Armadas para falta de recursos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu compreensão das Forças Armadas em relação à falta de recursos. "Eu reafirmo, aqui, meu empenho de equacionar as dificuldades que afligem nossas três Armas, de modo a não comprometer mais sua capacidade de ação", disse o presidente, em cerimônia no Grupamento de Fuzileiros Navais na qual foi condecorado com a grã-cruz da Ordem do Mérito Naval. "No devido tempo, cumpriremos essa tarefa fundamental, e sempre contamos com o valor, a dignidade, o patriotismo e o espírito público dos nossos marinheiros". Minutos antes, Lula ouviu o comandante da Marinha, almirante Roberto de Guimarães Carvalho, lembrar, em discurso, que "é imperativa para a Marinha a obtenção de meios para substituir e modernizar seus equipamentos?. Carvalho lembrou que, no final do governo Fernando Henrique, a Marinha elaborou e encaminhou um novo programa de reaparelhamento, que está sendo revisto e será em breve reencaminhado ao Ministério da Defesa. "É um programa de longo prazo, que considera as limitações orçamentárias atuais do País, razão pela qual abrange uma moldura temporal de 2004 a 2019", informou o almirante. Na cerimônia, Lula recebeu, também, uma réplica do testamento do Marquês de Tamandaré, patrono da Marinha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.