Lula pede 'carinho' de Morales com brasileiros ilegais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu hoje ao presidente da Bolívia, Evo Morales, para que olhe "com carinho" a situação de aproximadamente cinco mil brasileiros que vivem ilegalmente no lado boliviano da fronteira com o Brasil. Em reunião reservada com Morales, durante visita à Bolívia, Lula pediu mais tempo para que os brasileiros regularizem a sua situação. Um acordo bilateral prevê que esses brasileiros tenham de deixar o território boliviano até dezembro deste ano, sem receber indenização.

AE, Agencia Estado

22 de agosto de 2009 | 20h54

De acordo com dados do governo, desde 2006, somente oito brasileiros conseguiram regularizar a sua situação no país vizinho. Já no Brasil, 48 bolivianos foram regularizados. O principal objetivo da visita de Lula à Bolívia é a formalização de um empréstimo de US$ 323 milhões (quase R$ 650 milhões) para a construção de uma estrada naquele país que fará parte de um corredor que vai ligar o oceano Atlântico ao Pacífico. As informações são da Agência Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaBolíviabrasileiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.