Lula pede a petistas atenção com sucessão na Câmara

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu aos petistas em reunião nesta quinta-feira, 16, que tratem a eleição para a presidência da Câmara com muito cuidado para que não se repita o erro cometido em 2005, quando o PT perdeu o cargo para o então deputado Severino Cavalcanti (PP-PE), que renunciou ao mandato ano passado por envolvimento no esquema do mensalão.Lula deverá se encontrar com a bancada petista e com o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), apontado pelos deputados, até agora, como o candidato petista para o cargo, em data ainda a ser marcada.O assunto não entrou diretamente na reunião, que durou três horas, mas o alerta do presidente demonstra que, dessa vez, o governo terá atenção à eleição na Casa. O cargo deverá entrar na negociação de Lula com o PMDB na composição do ministério. Lula tem a intenção de ver reeleitos os atuais presidentes da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).O PT, no entanto, reconhece no PMDB, que elegeu a maior bancada de deputados em outubro, a prioridade para ocupar o cargo, mas quer a vaga, caso a legenda reeleja Calheiros no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.