Lula pede a empresários espanhóis que invistam no Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estimulou hoje empresários espanhóis a investirem mais no País. "Não vão se arrepender de acreditar no Brasil", disse Lula, durante uma reunião com um grupo destacado de executivos de grandes conglomerados do país. De acordo com o site do jornal econômico "Cinco Dias", o presidente Lula comentou sobre o programa de reformas sociais e convidou todas as empresas espanholas a se unirem no esforço de construção de infra-estrutura e de consolidação de uma América do Sul mais unida, justa e próspera. "Farão um bom negócio." O presidente da Confederação Espanhola das Organizações Empresariais (CEOE), José Maria Cuevas, respondeu que existe um compromisso de investimentos de longo prazo dos empresários espanhóis no Brasil. "Os atuais vínculos com o Brasil se dão em circunstâncias que obrigam a que as relações fiquem mais estreitas e profundas", disseram fontes diplomáticas espanholas ao "Cinco Dias" que destacaram as "excelentes relações políticas" entre ambos os países. De acordo com dados da Agência Espanhola de Cooperação Internacional (AECI), o orçamento total de ajuda oficial da Espanha ao Brasil em 2002 foi mas de 6,6 milhões de euros e, no momento, existem 30 convênios em vigor. O site do jornal lembra ainda que os investimentos espanhóis no Brasil na última década cresceram significativamente, passando de apenas 1% do total que o País recebe para 25%, transformando a Espanha no segundo investidor mais importante, com US$ 25 bilhões, atrás só dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.