Lula participa de entrega de casas em Contagem-MG

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou hoje da entrega de residências em um conjunto habitacional já inaugurado há cinco meses. O evento oficial foi realizado em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, de onde Lula seguiu direto para a vizinha Betim, onde participou de um comício ao lado da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, e o candidato da base governista ao governo de Minas, Hélio Costa (PMDB).

MARCELO PORTELA, Agência Estado

08 de setembro de 2010 | 20h09

No entanto, Lula evitou fazer qualquer menção à candidatura de Dilma ou mesmo à de Hélio Costa durante o evento, mas ressaltou a importância de um trabalho conjunto entre União, Estados e municípios. Sem citar nomes, ele ressaltou que quem sucedê-lo no governo dará continuidade aos atuais projetos. "A partir do ano que vem, quem estiver governando o Brasil vai lançar 2 milhões de casas para as pessoas mais pobres desses país", afirmou.

Diante da declaração, o público iniciou gritos de "Dilma", que lidera as pesquisas de intenção de voto. Em sua propaganda eleitoral, Costa vincula sempre sua candidatura à de Dilma.

Em Contagem, Lula participou da entrega de 208 unidades de um conjunto habitacional construído com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), parte do projeto de urbanização do Vale do Ribeirão Arrudas no município e na capital mineira. A obra já teve 160 unidades entregues em abril, mas Lula fez questão de aparecer na janela de um dos imóveis ao lado da família que será beneficiada. Ao todo, o projeto prevê a construção de 672 apartamentos.

"Quando o presidente da República é imbecil, quando o governador é imbecil e quando o prefeito é imbecil e os três ficam brigando a troco de nada, quem perde é o povo desse País, do Estado e da cidade. Quando o presidente, o governador e o prefeito resolvem trabalhar juntos, a gente vê o milagre que é o resultado aqui", disse Lula, referindo-se ao conjunto habitacional.

"Essa é a grande coisa que eu vou deixar quando sair da Presidência da República: o povo desse País aprendeu a pensar pela sua cabeça, a andar pelas suas pernas e a votar pela sua consciência, e não pelos pseudo formadores de opinião", concluiu.

Engajamento

O engajamento de Lula na campanha estadual é uma reivindicação de Costa e de seu candidato a vice, o petista Patrus Ananias. O objetivo é tentar nacionalizar a disputa pelo governo mineiro, principalmente diante da arrancada nas pesquisas eleitorais do atual governador, Antônio Anastasia (PSDB), que tem no ex-governador Aécio Neves - também candidato ao Senado pelo PSDB - o principal cabo eleitoral.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010LulaentregacasasMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.