Lula: oposição age como reserva que torce contra titular

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez críticas à oposição durante jantar promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) em sua homenagem na noite de hoje. "Oposição é como jogador no banco. Fica torcendo para o titular quebrar a perna", brincou o presidente, segundo relato de sua assessoria. A imprensa não teve acesso ao jantar. No início do evento, Lula e os convidados brindaram como uma dose da cachaça Maria da Cruz, produzida na cidade de Pedras de Maria da Cruz (MG), em alambique da família do ex-vice-presidente José Alencar.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

18 de julho de 2011 | 21h32

Ainda segundo relato de assessores de imprensa de Lula e da Fiesp, o presidente da entidade, Paulo Skaf, fez inúmeros elogios a Lula, chamando-o de "estadista" e de "presidente do desenvolvimento". Em discurso, Skaf brincou com o ex-presidente chamando-o de "caixeiro viajante" por promover o Brasil no exterior e agradeceu Lula por valorizar o setor produtivo nacional. Já o ex-presidente disse que o Brasil precisa ajudar os países da América Latina e da África.

Diante dos cerca de 200 convidados que participaram do jantar, Lula se colocou à disposição para criar grupos de trabalho para discutir os entraves para o desenvolvimento econômico do País.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaFiesphomenagemoposição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.