Lula: novos ministros terão de trabalhar muito mais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta tarde que, na reta final do mandato, quer aproveitar o máximo de sua equipe. Na entrevista concedida após almoço com o rei da Suécia, Carl Gustaf, ele afirmou que os novos ministros que entram no governo no dia 1º de abril terão de trabalhar mais do que os que deixarão o governo para disputar as eleições.

LEONENCIO NOSSA, Agencia Estado

24 de março de 2010 | 16h03

"É quase que natural. Você está no fim da festa e quer sentar numa cadeira e não quer dançar mais. Agora, eu quero que a turma dance", disse o presidente.

Lula salientou que ainda tem muitas obras para concluir até o final do mandato e quer empenho dos novos ministros. "Esse pessoal que vai entrar vai trabalhar muito mais que o pessoal que sair".

Ele ainda mandou um recado para a secretária executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, que comandará a pasta. "Quem entrar no lugar da Dilma, vai trabalhar muito mais que ela".

Mais conteúdo sobre:
Lulaministrosmandato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.