Denis Ferreira/ AP
Denis Ferreira/ AP

Lula não se entrega e militantes do PT encerram ato em Curitiba

Apoiadores do ex-presidente pretendiam marchar até a sede da PF caso o petista fosse preso nesta sexta-feira

O Estado de S.Paulo

06 Abril 2018 | 20h43

CURITIBA - Militantes encerraram pouco depois das 20 horas desta sexta-feira, 6, o ato em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no centro de Curitiba. O ato começou às 14h30, quando eles deixaram a sede estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) e seguiram pela Avenida Quinze de Novembro até a Praça Santos Andrade, onde o petista havia encerrado sua caravana pelo Sul do País.

+Manifestantes gritam 'Lula foragido' em frente à PF em Curitiba

Eles pretendiam marchar rumo à sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida. Como o ex-presidente não veio a Curitiba, eles se mantiveram no centro da capital paranaense. Um carro de som reproduziu discursos de militantes petistas em São Bernardo de Campo (SP).

A direção estima que 1.500 pessoas participaram do ato e espera o desenrolar dos acontecimentos em São Bernardo para organizar a agenda para os próximos dias. Eles também planejam um ato na manhã de sábado, 7, no Centro Cívico.

+ Prisão de Lula: tudo o que você precisa saber

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informaram à cúpula da Segurança Pública que o petista pretende se entregar em São Paulo, após a missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia marcada para sábado. Ela faria 68 anos nesta data. 

O ex-presidente tinha até as 17h desta sexta-feira, 6, para se entregar após a expedição do mandado de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro no processo do triplex, que rendeu ao petista uma condenação de 12 anos e um mês de reclusão.

Prisão de Lula AO VIVO

Acompanhe aqui outras notícias sobre a prisão do ex-presidente minuto a minuto.

Confira a cobertura do 'Estadão' em tempo real sobre a prisão do ex-presidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.