Lula não quer reduzir espaço do PT no governo, diz deputada

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta tarde de quinta-feira, em reunião de mais de três horas com dirigentes do PT, que não é seu objetivo diminuir o espaço do partido no governo, segundo relato da segunda vice-presidente da sigla, a deputada Maria do Rosário (PT-RS).Presente no encontro, realizado no Palácio do Planalto, Maria do Rosário disse, no entanto, que a reunião não foi sobre cargos que petistas ocupariam no Executivo."Isso que estão dizendo, que vou reduzir o espaço do PT, não é meu objetivo. É um governo de composição, e vamos ver como atua cada um", afirmou Lula, de acordo com a deputada. Segundo ela, o presidente disse aos petistas que todos os aliados, não apenas o PT, deveriam buscar o diálogo, ouvir os movimentos sociais e ser humildes. "É um bom recado, mesmo, porque há pessoas muito arrogantes", completou a deputada, sem citar nomes. No encontro, Lula demonstrou, segundo a deputada, que não tem pressa para fazer mudanças no ministério. "Não tenho tanta pressa em mudar o governo. Afinal, foi com esse time que ganhei o jogo", afirmou Lula, referindo-se à reeleição.Na reunião com o presidente, a comissão política do PT procurou demonstrar a Lula que o partido é importante para o governo. A estratégia de não falar em cargos, mas valorizar o partido, fora acertada em reunião prévia entre os petistas que foram falar com Lula. A interlocução entre o PT e o governo em relação aos cargos no Executivo será feita pelo ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, segundo o presidente. Além dos petistas e Lula, participaram da reunião Genro e o secretário-geral da Presidência, ministro Luiz Dulci.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.