Lula não contém frustração e desilusão, diz Guardian

O jornal britânico The Guardian afirma hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou uma ofensiva na imprensa para rentar recuperar a iniciativa política após o mês mais problemático de seu governo. "Com o seu índice de aprovação em declínio, funcionários públicos em greve, um caso de corrupção envolvendo seu ministro mais próximo em evolução, distúrbios rurais varrendo o País e a economia paralisada, a pressão sobre o governo está crescendo", afirma o Guardian. Segundo o jornal, Lula alertou o País para não esperar milagres e que ele está trabalhando para o longo prazo. "Mas ele tem sido incapaz de conter a frustração e desilusão, e o sentimento que sua equipe está despreparada para governo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.