Lula muda equipe para pagar apoio às reformas, diz senadora

A senador Heloísa Helena (sem partido-AL) afirmou que a mudança ministerial que está para ser anunciada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva é parte do pagamento aos partidos que votaram a favor das reformas tributária e previdênciária. ?Do mesmo jeito que se montou um balcão de negócios no Congresso, onde curriolas foram empregadas, usufruiram de cargos, prestígio e poder para votar as reformas, agora é o restante do pagamento?, disse. ?A distribuição dos espaços públicos é para aqueles que conspiram contra os interesses do País , mas que, segundo eles (integrantes do governo) ajudam a viabilizar o projeto político que definiram.?A senadora participa de reunião com um grupo de ex-militantes do PT e de outras organizações que discutem a formação de um novo partido de esquerda. O encontro acontece na sede da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio. Também estão lá os deputados João Batista Araújo (o Babá, sem partido-PA) e Luciana Genro (sem partido-RS). Os três parlamentares, com o deputado João Fontes (sem partido-SE) foram expulsos do PT no último dia 14 de dezembro por fazerem oposição ao govenro do presidente Lula dentro do PT.Luciana também criticou a reforma ministerial. ?Acho que a PMDB e do próprio PP de forma oficial no governo é a confirmação, para quem ainda não acreditava, de que este rumo que o governo tomou é irreservível e tende apenas a ser aprofundado: o rumo das reformas anti-trabalhador, o rumo da desconstrução do Estado, o rumo do fisiologismo?, afirmou a deputada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.