Lula marca reunião com PMDB, mas deputados querem adiar

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva marcou para quarta-feira um encontro com os deputados do PMDB, mas alguns líderes do partido estão trabalhando para adiar a reunião, por conta do apagão aéreo. "Não há nenhuma motivação política na iniciativa de adiar esse encontro", explicou, em conversa por telefone, o deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). O deputado já telefonou ao ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, para ponderar da conveniência do adiamento, sobretudo para os nordestinos. Segundo ele, a questão é meramente operacional. "Se eu for para Brasília, não volto a Salvador porque não tem vaga nos aviões a três dias do final do ano e não quero ficar longe de minha mulher e minhas filhas", completou. O líder da bancada, Wilson Santiago (PB), ainda está contatando os deputados, um a um, para certificar-se da representatividade da reunião, caso a agenda seja mantida. Ele ficou de comunicar o resultado da mobilização da bancada ao Planalto, no final da tarde, para que o presidente decida sobre a conveniência do adiamento para o início do janeiro. O presidente nacional do partido, deputado Michel Temer (SP), já avisou que não poderá comparecer à conversa.

Agencia Estado,

26 Dezembro 2006 | 15h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.