Lula: Malan não tem partido para se candidatar

O presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que gostaria que o ministro da Fazenda, Pedro Malan, saísse candidato à Presidência da República, mas não acredita que o ministro encontre algum partido para disputar, "porque ele teria de explicar o inexplicável; ou seja, o desastre que é o modelo de desenvolvimento do País". Para Lula, Malan "sabe perfeitamente bem o mal que tem causado ao desenvolvimento do País, ao pequeno agricultor e aos empresários".Diante da possibilidade de o ministro se filiar ao PSDB, Lula disse não acreditar que o partido faça isso. Na opinião dele, o PSDB vai ter que encontrar um nome que tenha feito críticas à política econômica. Ele evitou, no entanto, comentar se esse nome seria o do ministro da Saúde, José Serra, que tem posição divergente de Malan na condução da economia.Lula não quis falar sobre sua candidatura. Ele disse apenas que o senador Eduardo Suplicy foi o único que se apresentou até agora como candidato pelo partido e lembrou que, como o PT tem prazo para decidir seu candidato, falará sobre o assunto no momento oportuno. Lula está em Brasília para participar da manifestação dos partidos de oposição em apoio à instalação da CPI da Corrupção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.