Lula leva Bush a terminal da Transpetro que armazena álcool

Na visita que fará ao Brasil na semana que vem o presidente norte-americano George W. Bush vai visitar o terminal da Transpetro, empresa da Petrobras na área de transportes, localizado em Guarulhos, na Grande São Paulo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai acompanhá-lo e em seguida os dois terão encontro de trabalho no hotel Hilton, na zona sul de São Paulo. O programa, confirmado por uma fonte do governo brasileiro nesta sexta-feira, 2, estava cercado de mistério até agora, como parte das fortes medidas de segurança que cercam a visita do presidente norte-americano. A visita à Transpetro faz parte do foco principal da conversa entre os dois presidentes: a cooperação na área da produção de etanol. Os Estados Unidos já sinalizaram que querem tornar o Brasil um parceiro no álcool e o Brasil quer aproveitar o plano dos EUA de reduzir o consumo de petróleo em 20% nos próximos dez anos substituindo-o por energia renovável. Programa O presidente dos Estados Unidos desembarca em São Paulo às 19h30 da próxima quinta-feira e seu primeiro compromisso na sexta-feira pela manhã será a vista à Transpetro. Depois do encontro com Lula, seguido de almoço, ele segue para o Uruguai, seu segundo destino no giro que fará pela América Latina. Antes da partida, está prevista uma entrevista coletiva de imprensa dos dois presidentes e a divulgação de uma declaração bilateral de cooperação na área de biocombustíveis. Maior armadora da América Latina e principal empresa brasileira de logística e transporte, a Transpetro atua nas áreas de transporte e armazenagem de petróleo e derivados, álcool e gás natural, informa a empresa. No terminal de Guarulhos, Lula deve mostrar a Bush como o álcool é armazenado e distribuído para os postos de abastecimento. A rede de venda de álcool no Brasil impressiona, com cerca de 25 mil postos. A Transpetro também tem planos ambiciosos para construção de alcooldutos e de terminais em portos para exportação do produto. Esta será a segunda visita que o presidente norte-americano fará ao Brasil. Ele esteve antes no país em novembro de 2005, em Brasília. No dia 31, Lula e Bush voltam a se encontrar, desta vez em Camp David, residência de campo dos presidentes norte-americanos, num contexto considerado "mais íntimo" por se tratar de um local reservado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.