Lula leva 5ª multa por antecipar campanha eleitoral

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Henrique Neves multou ontem em R$ 7,5 mil o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por concluir que ele fez propaganda eleitoral antecipada durante evento da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em homenagem ao Dia do Trabalho.

AE, Agência Estado

05 de junho de 2010 | 08h46

Esta é a quinta multa ao presidente por ter promovido a candidatura da ex-ministra Dilma Rousseff ao Palácio do Planalto antes do permitido. Pela legislação eleitoral, a campanha começa apenas em julho. O total de punições já chega a R$ 37,5 mil.

O TSE acatou pedido do DEM. No discurso durante o evento da CUT, o presidente falou sobre as realizações da sua administração e disse que era necessário dar sequência ao seu governo, citando Dilma.

Neves rejeitou um pedido para que Dilma e a CUT também fossem punidos. A vice-procuradora geral eleitoral, Sandra Cureau, defendia a punição à ex-ministra. Para ela, não havia motivos para que a pré-candidata participasse do evento a não ser para fazer campanha. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010TSELulacampanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.