Lula lamenta morte de 'compadre' Déda

Ex-presidente divulgou nota de pesar e chamou governador de 'exemplo de dignidade e compromisso público na atividade política'

Agência Estado

02 Dezembro 2013 | 14h54

São Paulo - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou, na tarde desta segunda-feira, 2, nota de pesar pelo falecimento do governador de Sergipe Marcelo Déda, seu companheiro de décadas no PT. Lula, que é padrinho de uma das filhas de Déda, lembrou da importância do "compadre" na construção do partido e o classificou como "exemplo de dignidade e compromisso público".

"O legado do seu trabalho viverá para sempre na memória dos sergipanos e de todos que o conheceram. Sergipe perdeu um grande governador, o Brasil perdeu um excepcional homem público e Marisa e eu perdemos também um grande amigo, compadre e irmão", escreveu o ex-presidente. (Equipe AE)

Abaixo, a íntegra da nota divulgada por Lula:

"Marcelo Déda foi um exemplo de dignidade e compromisso público na atividade política.

Ajudou a construir o Partido dos Trabalhadores e teve uma trajetória brilhante como representante do povo na Assembleia Legislativa, na Câmara dos Deputados, como prefeito de Aracaju e finalmente como governador de Sergipe, sempre com sua atenção voltada aos mais pobres e ao desenvolvimento do seu estado. O legado do seu trabalho viverá para sempre na memória dos sergipanos e de todos que o conheceram.

Sergipe perdeu um grande governador, o Brasil perdeu um excepcional homem público e Marisa e eu perdemos também um grande amigo, compadre e irmão.

Nesse momento de profunda dor e tristeza nos juntamos em solidariedade aos parentes e amigos do nosso querido Marcelo Déda."

Mais conteúdo sobre:
Marcelo Déda PT

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.