Ricardo Stuckert
Ricardo Stuckert

Quem é 'Janja', a socióloga que vai se casar com Lula

Rosângela da Silva costuma se descrever como 'petista de carteirinha'; a paulista ficou conhecida quando foi à carceragem da PF receber Lula, seu namorado

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2021 | 11h42
Atualizado 07 de maio de 2022 | 19h41

A paulista Rosângela da Silva, a “Janja”, de 55 anos, ganhou os holofotes em dezembro de 2021, quando apareceu ao lado do noivo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um jantar do grupo Prerrogativas. O evento marcou a primeira reunião pública do petista com o ex-governador Geraldo Alckmin, depois que tiveram início as negociações para que o ex-tucano seja vice na chapa do petista. Os dois políticos lançaram a pré-candidatura da chapa neste sábado, 7.

Ao contrário de Lu Alckmin, que foi primeira-dama, Janja era pouco conhecida no mundo político até aquele momento. Ela começou a ganhar destaque quando foi à carceragem da Polícia Federal em Curitiba para receber Lula, que saía da prisão. O ano era 2019, e o petista havia revelado meses antes estar "apaixonado". Quando saiu do cárcere, ele fez um discurso a apoiadores presentes no local e apresentou oficialmente sua namorada.

Na ocasião, o interesse pela “namorada do Lula” tomou conta das redes sociais. Mas foi só a primeira vez. Meses atrás, também, Janja e o petista foram passear na praia de Picos, a 200 km de Fortaleza, e tiraram uma foto em que o ex-presidente aparecia de cueca, mostrando as coxas. A imagem viralizou.

Lula revelou estar apaixonado em maio de 2019 ao economista Luiz Carlos Bresser-Pereira, que fora visitá-lo na prisão. À época, não deu muitos detalhes, exceto que se tratava de uma amiga dos tempos das caravanas da cidadania. Após a visita, Bresser-Pereira escreveu: “(Lula) Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar".

Janja, de fato, conhece o ex-presidente há décadas, mas o relacionamento dos dois começou em 2017, ano da morte da ex-primeira dama Marisa Letícia, que foi esposa do petista durante os anos em que ele esteve na Presidência. 

Formada em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), ela é filiada ao Partido dos Trabalhadores desde 1983 e se descreve como uma “petista de carteirinha”. Acompanhou o presidenciável do PT em eventos este ano, inclusive na viagem que ele fez à Europa. Nas redes sociais, ela costuma fazer declarações apaixonadas ao petista. Na última quinta-feira, 16, postou um vídeo em que Lula aparece abrindo a porta do carro para ela em Buenos Aires, na Argentina. "Tem como não amar?", escreveu.

Embora tenha dito a Bresser-Pereira, quando estava preso, que desejava se casar com Janja "assim que fosse solto", o matrimônio do petista e Janja foi adiado por mais de dois anos. Eles devem se casar no dia 18 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.