Lula indica que manterá Rebelo na coordenação política

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconheceu que houve falhas na relação entre governo e Congresso em 2004 e se comprometeu aperfeiçoar o relacionamento em 2005. Em reunião com os líderes aliados da Câmara e do Senado, Lula sinalizou que manterá o ministro Aldo Rebelo à frente da coordenação política. "Aldo vai ter muito trabalho em 2005", disse Lula, segundo relato do líder do PSB, Renato Casagrande. No encontro que contou com a presença do presidente da Câmara, João Paulo Cunha, Lula agradeceu o trabalho do Congresso e se mostrou otimista em relação a 2005. "Ele buscou valorizar o trabalho do Congresso", disse o líder do PT, Arlindo Chinaglia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.