Lula indica Carlos Alberto Direito para vaga no STF

O presidente Luiz Inácio Lula daSilva encaminhou ao Congresso nesta terça-feira a indicação deCarlos Alberto Direito, ministro do Superior Tribunal deJustiça (STJ), para integrar o Supremo Tribunal Federal. Ele ocupará a vaga de Sepúlveda Pertence, que deixou o STFneste mês. A partir da indicação, Direito terá que passar porsabatina no Senado, como é de praxe, de acordo com a Secretariade Comunicação da Presidência. A nomeação só se torna efetiva depois de aprovada a escolhade Lula pelo Senado. O presidente da República tem pressa quese realize a sabatina já que a Constituição impõe que osministros ingressem no STF antes dos 65 anos, idade que Direitocompletará em 8 de setembro, daqui a onze dias. A decisão de Lula foi tomada nesta manhã em um encontro noPalácio da Alvorada com a presença de Direito e dos ministrosda Justiça, Tarso Genro, e da Defesa, Nelson Jobim. Antes de ocupar o cargo no STJ, Direito, tido comoconservador, foi chefe de gabinete do ministro da Educação NeyBraga entre 1975 e 1978, durante a ditadura militar. Após a reabertura democrática, presidiu a Casa da Moeda, de1985 a 1987, quando o presidente da República era José Sarney.Deixou o cargo para trabalhar como secretário de Educação nogoverno de Moreira Franco (PMDB) no Rio, seu amigo desde ainfância. Ficou apenas um ano, entre 1987 e 1988. Saiu da Secretaria para se tornar desembargador do Tribunalde Justiça do Estado, até ser indicado para o STJ em 1996.Paraense de Belém, mudou-se para o Rio de Janeiro aindacriança, onde se formou pela PUC-RJ. (Colaborou Maurício Savarese)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.