Lula: governo terá que "se virar" para corrigir aposentadoria

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o governo "vai ter que se virar" para encontrar recursos e cumprir a decisão judicial que estabelece a correção das aposentadorias e pensões não feitas durante o período da Unidade Real de Valor (URV), no governo de Itamar Franco. "Não estava previsto no Orçamento deste ano e vamos ter que pagar R$ 12,4 bilhões por conta da URV. A gente vai ter que se virar e pagar, porque é decisão judicial", afirmou.O presidente informou ter solicitado ao ministro da Previdência, Almir Lando, a criação de um grupo de especialistas no setor previdenciário para tentar recuperar R$ 200 bilhões devidos aos cofres públicos e que a cobrança depende hoje de decisão judicial. "Eu propus ao ministro da Previdência qu e constituísse uma comissão de especialistas, envolvendo, inclusive, a Receita Federal e a Advocacia Geral da União (AGU), para a gente ver qual a possibilidade que temos de transformar esse passivo da Previdência Social num ativo para que a gente tenha dinheiro para melhorar o salário mínimo e a Previdência Social", informou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.