Lula fica com a voz embargada ao lembrar Palocci

Depois de cerca de meia hora de discurso no 13º Encontro Nacional do PT, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, se emocionou ao falar da ausência de "um companheiro" neste evento, o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci. "Ele foi alvo das críticas de muita gente, mas é um dos responsáveis pelo sucesso deste governo", destacou, com voz embargada.Ao falar da importância que Palocci teve em seu governo, Lula dirigiu um duro ataque à oposição. "No Brasil, os nossos algozes torciam e apostavam que não íamos dar conta do recado e que o País estaria quebrado no primeiro ano de governo", e lembrou que todas as análises feitas sobre o rumo do País pareciam mostrar que não havia solução. Palocci foi demitido do ministério após a queda ilegal do sigilo do caseiro Francenildo dos Santos Costa, o Nildo, que o desmentiu sobre suas relações a república de Ribeirão.No discurso, Lula lembrou que nos 39 meses de sua administração, o saldo é muito positivo, pois foram gerados quatro milhões de empregos formais apenas na área privada. Isso, sem contar os órgãos públicos". Disse ainda que nos últimos 24 meses de seu governo, 90% dos acordos feitos com os trabalhadores geraram ganhos reais de salário. "Passeio 15 anos chorando nas portas das fábricas, pois não havia margem de manobra (das negociações)", disse. "E olha que foi um dirigente sindical dos bons", brincou. Lula disse que "estamos em um tempo de embate e que não gostaria de medir seu governo com o governo passado" (do ex-presidente FHC). "É a mesma coisa que o Corinthians jogar contra o Ibis", disse, arrancando risos e aplausos da platéia. O presidente disse que os estudiosos do PT poderiam comparar a participação dos trabalhadores no atual governo. "Eu quero saber, na história republicana deste país, quando os indígenas, os trabalhadores, os negros e os movimentos sociais foram tratados com tanto respeito, como são tratados agora", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.