Lula faz nova sessão de acupuntura para dores no ombro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi submetido hoje de manhã a mais uma sessão de acupuntura para aliviar as dores nos ombros. O médico chinês Gu Hanghu, do Centro de Treinamento Oriental de Brasília, chegou ao Palácio da Alvorada por volta das 9h e deixou o local às 10h10, sem dar declarações. Depois de visitar no sábado Maringá e Londrina, no interior do Paraná, o presidente, segundo assessores, alterou sua programação a pedido da primeira-dama, Marisa Letícia. Lula, que iria para São Paulo, retornou a Brasília, onde passou o domingo descansando no Palácio do Alvorada.O presidente sofre de bursite no ombro direito há cerca de 20 anos. Há duas semanas, uma queda durante uma partida de futebol com o vice-presidente José Alencar e ministros afetou seu outro ombro. Na semana passada, os médicos do presidente voltaram a recomendar que ele seja submetido a uma cirurgia para combater a inflamação.PáscoaAssessores que deram a informação não esclareceram qual dos ombros do presidente preocupa os médicos. Ainda segundo assessores, existiria a possibilidade de a operação ocorrer durante o feriado da Páscoa. Há uma semana, quando passou o fim de semana em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, Lula esteve no Instituto do Coração (Incor), para exames.Antes do acidente do jogo de futebol, os médicos já haviam recomendado a cirurgia, por causa da bursite. Por enquanto, a inflamação vem sendo tratada com fisioterapia e sessões de acupuntura.De acordo com sua assessoria, o presidente ainda não decidiu quanto à operação. No sábado, quando cumpria agenda no Paraná, Lula chegou a comentar que não vinha sentindo dores nos últimos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.