Lula fará visita oficial a Cuba em breve, diz Miguel Jorge

O presidente Luiz Inácio Lula da Silvafará uma visita oficial a Cuba em breve, disse na quarta-feirao ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior,Miguel Jorge. Funcionários brasileiros tinham comentando o interesse deLula de se reunir com o líder cubano Fidel Castro, afastado dopoder desde que adoeceu, há mais de 15 meses. "O presidente virá a Cuba nos próximos 30 ou 40 dias paraaumentar ainda mais as relações diplomáticas e políticas, quesão muito boas, e as comerciais, que vão crescer também", disseMiguel Jorge a jornalistas, depois de inaugurar o pavilhãobrasileiro na Feira Internacional de Havana. Segundo fontes brasileiras, a visita "de três ou quatrodias" poderia ocorrer no fim de novembro. Lula já visitou ailha em setembro de 2003, durante seu primeiro mandato. "Há um interesse pessoal do presidente Lula de incrementaras relações comerciais com Cuba", disse o ministro. O intercâmbio comercial entre Brasil e Cuba foi de 277milhões de dólares nos primeiros nove meses de 2007, contra 250milhões de dólares no mesmo período do ano anterior, segundodados brasileiros.Embora a balança comercial seja favorável ao Brasil, asexportações a Cuba cairam 14,4 por cento entre janeiro esetembro, para 219 milhões de dólares, enquanto as importações- principalmente de fármacos - registraram um salto de 178 porcento, para 58 milhões de dólares. Em editorial publicado em maio, Fidel criticou Lula porfirmar um acordo para o desenvolvimento de biocombustíveis como presidente norte-americano George W. Bush. O Brasil é pioneiro e líder mundial na produção de etanol apartir de cana de açúcar. Castro sustenta que usar alimentospara saciar a sede de combustível condenará a fome bilhões depobres no mundo. "Nada afetou a relação (entre os países). Nem sequer houvecomentários", disse Miguel Jorge.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.