Ricardo Stuckert
Ricardo Stuckert

Lula fala em referendo contra ações de Temer

Ao lado de Dilma, em Ipatinga (MG), ex-presidente participa da segunda etapa da caravana que vem fazendo pelo País

Leonardo Augusto / ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2017 | 00h24

BELO HORIZONTE - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou nesta segunda-feira, 23, em Ipatinga, em Minas, a segunda etapa da caravana que vem fazendo pelo País reafirmando que, se eleito, vai fazer um “referendo revogatório” para extinguir medidas tomadas pelo governo Michel Temer e pedindo para que a população não vote “nesse bando de picaretas” que cassou Dilma Rousseff.

A presidente cassada participou do primeiro dia da caravana pelo Estado. Um palanque foi armado na Praça Três Poderes, no centro da cidade, para a realização de um ato de apoio a Lula, acompanhado por centenas de pessoas. O governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), e o presidente da Assembleia, Adalclever Lopes (PMDB), também participaram do evento.

Lula disse que está se preparando para as eleições e que é melhor “eles” também se prepararem. “O Lulinha paz e amor voltou. Talvez nem tanta paz nem tanto amor”, afirmou. “Eles não sabem o que é um pernambucano com a energia dos mineiros”, disse. O ex-presidente afirmou também que estão fazendo uma “desgraceira” com o País e que por isso resolveu ser candidato novamente.

A caravana passará por 14 cidades – a maioria nos Vales do Mucuri e do Jequitinhonha. A caravana termina no dia 30, com ato em Belo Horizonte. Na primeira etapa da caravana, Lula esteve, em agosto, no Nordeste do País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.