Lula evita falar sobre acusações de Valério

"Pergunta para ele". Essa foi a única resposta dada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao ser bombardeado com perguntas sobre se ainda acreditava que Marcos Valerio estava mentindo, mesmo depois de o empresário afirmar que entregou provas ao Ministério Público que mostrariam o envolvimento do ex-presidente nos episódios denunciados. A informação foi publicada nesta quinta-feira (13) pelo jornal Folha de S. Paulo.

JAMIL CHADE, ENVIADO ESPECIAL, Agência Estado

13 de dezembro de 2012 | 20h17

Apesar de fugir da imprensa durante todo o dia desta quinta em Barcelona e até usar os corredores da lavanderia do hotel para não ter de enfrentar os repórteres, Lula voltou a garantir: "Continuo a fazer política." Ele esteve em Barcelona para receber um prêmio de R$ 215 mil, um dia depois de levantar, em Paris, a possibilidade de voltar a ser candidato.

Nesta quinta, voltou a repetir que não deixou a política. "Existem várias formas de fazer política. Até dois anos atras, fiz política através de processos eleitorais democráticos", disse. "Encerrados dois mandatos eletivos de presidente, continuo a fazer política porque tenho uma crença profunda na humanidade", afirmou. "Meu papel político, agora, é pregar que o desenvolvimento de um País deve representar a prosperidade de todos seus cidadãos."

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãodepoimentoValérioLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.