Lula evita comentar suposto envolvimento no mensalão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se recusou a comentar nesta terça-feira o pedido de abertura de inquérito feito pela Procuradoria da República no Distrito Federal à Polícia Federal para investigar as acusações de seu suposto envolvimento no esquema conhecido como mensalão. "Não vou falar sobre isso", disse Lula, ao ser questionado sobre o que achou sobre o pedido de abertura de investigação.

FERNANDO NAKAGAWA, Agência Estado

09 Abril 2013 | 17h10

Lula participou nesta terça-feira da abertura da exposição Gênesis do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado e que é realizada no Museu de História Natural, na capital britânica. Após se negar a responder aos jornalistas sobre o pedido de abertura de investigação de seu suposto envolvimento no mensalão, seguranças do ex-presidente tentaram barrar o trabalho da imprensa, impedindo novas perguntas sobre o tema, o que gerou uma pequena confusão.

Mais cedo, Lula proferiu palestra em evento do Banco BTG e teve reuniões com o cantor Bono Vox, da Banda U2, e o executivo Mansour Ojjeh, da empresa automobilística MacLaren. Com o cantor, Lula falou sobre o plano de Bono de um ''Bolsa Família Mundial'' e o conteúdo da conversa com o empresário não foi divulgado.

A Procuradoria da República no Distrito Federal pediu na última sexta-feira (5) à Polícia Federal a abertura de inquérito para apurar a acusação do empresário Marcos Valério segundo a qual o ex-presidente Lula teria negociado, no início de seu mandato, repasses ilegais para o PT com Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom. Trata-se do primeiro inquérito aberto formalmente para investigar o conteúdo do depoimento que Valério prestou à Procuradoria-Geral da República, em setembro do ano passado.

Mais conteúdo sobre:
mensalão Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.