Lula está 'acima do bem e do mal', diz José Serra

Pré-candidato tucano à presidência da República não aceitou entrar em nenhuma polêmica durante entrevista

Angela Lacerda - Agência Estado

13 Maio 2010 | 15h19

RECIFE - Descontraído, o pré-candidato à presidência da República do PSDB, José Serra, cantou trecho de um bolero famoso na voz de Dolores Durán no programa "Super Manhã" de Geraldo Freire na Rádio Jornal, do Recife.

 

Veja também:

"Às vezes, Lula que ficar acima de Deus", diz Jarbas

 

"Eu desconfio que o nosso caso está na hora de acabar", cantou ele sem desafinar. Serra não aceitou entrar em nenhuma polêmica durante a entrevista, especialmente que envolvesse o nome do presidente Lula. "O Lula está acima do bem e do mal", afirmou ao ser indagado sobre quem é mais de esquerda, se ele ou o presidente.

 

Depois do programa de Geraldo Freire, Serra foi entrevistado também no programa de Samir Abou Hana, na TV Universitária. Nos dois programas, ele aproveitou para falar dos seus feitos à frente do executivo municipal, estadual e como ministro do Fernando Henrique Cardoso.

 

"Fazer acontecer", segundo ele, é a marca de sua vida pública. Voltou a garantir que se eleito terá como prioridade a segurança, saúde e profissionalização, e garantiu que vai fazer muito pelo nordeste, onde Lula tem ampla aprovação.

 

O presidenciável vai almoçar com Jarbas Vasconcellos, pré-candidato ao governo do Estado pelo aliado PMDB, e correligionários em um restaurante na zona sul da cidade. À tarde, ele retorna para São Paulo.

 

Esclarecimento

 

Após a entrevista, Serra foi questionado sobre a declaração a respeito de Lula e garantiu que não foi irônico ao dizer que o presidente está "acima do bem e do mal".

 

O senador Sérgio Guerra (PE), presidente do PSDB, também foi indagado sobre a frase e disse que Lula virou uma entidade, reforçando a tese de Serra. "Temos as nossas restrições, mas o fato concreto é esse. Não é oportunismo dizer que Lula está acima do bem e do mal."

Mais conteúdo sobre:
Lula Serra eleições2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.