Lula escolheu Eunício Oliveira para ministério, diz interlocutor

As negociações sobre a reforma ministerial ainda estão em curso, mas o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já tomou uma decisão: o líder do PMDB na Câmara, Eunício Oliveira, será um dos dois ministros do PMDB na nova estrutura do governo. Segundo um interlocutor do presidente, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, comunicou a Eunício que ele é o nome da Câmara que Lula quer agregar a sua equipe. A indicação de Eunício, segundo o mesmo interlocutor, teria passado pelo crivo do chamado núcleo duro do governo integrado por Palocci e pelos ministros da Casa Civil, José Dirceu, da Secretria de Comunicação, Luiz Gushiken, e da Secretaria Geral da Presidência, Luiz Dulci.Só depois de aprovar o nome de Eunício, o quarteto apresentou formalmente a alternativa ao presidente como uma indicação partidária. Resta ainda ao PMDB definir os nomes que irá ofertar ao governo para ocupar o segundo ministério do partido, o que deve ser feito nos próximos dias em reunião com a bancada sob o comando duplo do líder Renan Calheiros (AL) e do presidente do Senado, José Sarney (AP).O interlocutor do presidente acrescentou que Lula já teria manifestado sua preferência pelo senador Garibaldi Alves Filho (RN). O deputado Eunício Oliveira passou as festas de fim de ano em Lisboa com a família a convite do sogro, o embaixador do Brasil em Portugal, Paes de Andrade. De volta a Brasília nesta segunda-feira, Eunício Oliveira passou rapidamente pela liderança do PMDB no final da manhã e deve viajar ainda hoje para sua fazenda no interior de Goiás. Até o início da tarde, o líder não havia sido procurado por nenhum representante do governo para tratar de reforma ministerial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.