Lula enfrenta vaias de estudantes em Maceió

O presidente Luis Inácio Lula da Silva enfrentou protestos de um grupo de estudantes na comemoração da Proclamação da República, realizadas nesta tarde, em Maceió. Com vaias estridentes e gritos de "traidor", um grupo de aproximadamente 30 estudantes da Universidade Federal de Alagoas protestava contra a reforma do ensino planejada pelo governo federal. Apesar de pequeno, o grupo conseguiu chamar a atenção das autoridades, e o próprio Lula respondeu aos ataques, ao final do seu discurso. "É uma coisa fantástica mostrar como o Brasil avançou tanto, a democracia avançou tanto, que até os nossos companheiros conquistaram o direito de protestar". Os estudantes, mantidos à distância por um forte esquema de segurança, ainda tentaram acertar dois ovos e dois tomates no palanque, mas os projéteis ficaram no asfalto.O presidente disse que o protesto era uma demonstração de que a democracia no Brasil veio para ficar. E afirmou que nunca vai achar ruim ouvir os gritos das pessoas, em qualquer palco do mundo. Mas provocou os manifestantes, ao dizer que "muitas vezes as pessoas gritam até sem saber por que estão gritando". Olhando para o grupo, o presidente, disse que "se esses meninos que estão gritando aí, fossem representantes da oligarquia de Alagoas, eles poderiam me chamar de qualquer coisa; mas se eles fossem trabalhadores; eles iriam reconhecer que nunca na história do Brasil os trabalhadores chegaram a tão alto patamar de participação política , e nunca participaram tanto das decisões".Os estudantes, que não foram incomodados pela Polícia, acabaram prejudicando um outro grupo, o Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL), que pretendia protestar contra os resultados da reforma agrária e planejava entregar um documento a Lula. Embora estivessem com o dobro de pessoas do grupo estudantil, os sem terra acabaram abafados pelos gritos dos concorrentes, e voltaram para casa sem conseguir entregar a carta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.