Lula embarca para o Reino Unido

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarcou às 8h20 para o Reino Unido. A viagem é de três dias e além de ser uma visita oficial, protocolar, terá importância comercial. O governo brasileiro pretende ampliar o comércio bilateral entre os dois países. O Reino Unido é o terceiro maior importador do mundo. Nos encontros agendados com autoridades locais, o presidente brasileiro deverá insistir na proposta de uma reunião de líderes mundiais para destravar a Rodada Doha, que trata dos subsídios agrícolas e reiterar a defesa da reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas. O delicado tema da morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, abatido a tiros pela polícia inglesa em julho do ano passado, também deverá entrar na pauta das conversas.Lula participará ainda de três eventos com empresários e, em um dos encontros com o primeiro-ministro Tony Blair, os dois países deverão criar um Comitê Econômico Bilateral para atuar sobretudo no impulso ao comércio e aos investimentos de lado a lado. Lula também pretende tratar com o ministro das Finanças britânico, Gordon Brown, de sua proposta de criação de mecanismo para o financiamento de campanhas de vacinação maciça de populações contra enfermidades típicas de países mais pobres.Na agenda, curiosamente, o presidente Lula incluiu encontros com a "oposição" ao governo Blair. Lula receberá o líder do Partido Conservador, David Cameron, assim como o polêmico prefeito de Londres, Ken Livensgtone, mais conhecido como Red Ken, que está suspenso de suas funções por ter comparado um repórter de origem judaica a um guarda de campo de concentração. Gordon Brown e David Cameron são aspirantes ao cargo de primeiro-ministro, sendo que o primeiro é considerado hoje o mais provável sucessor de Blair.No último dia de sua visita ao país, Lula repetirá a fórmula adotada em outras viagens de participar de um café-da-manhã com líderes de cerca de dez grandes companhias locais, entre as quais a Rolls-Royce, a mineradora Rio Tinto e a Shell, e de empresas brasileiras, como a Petrobrás, e a Companhia Vale do Rio Doce.Lula chegará à noite ao Aeroporto Internacional de Heathrow, em Londres, de onde seguirá para a embaixada brasileira. Amanhã, no início da tarde, ele será recebido pela rainha Elizabeth II e o duque de Edimburgo em uma cerimônia oficial de boas-vindas no Horse Guards e de almoço no Palácio de Buckingham.Integram a comitiva do presidente, os ministros da Fazenda, Antônio Palocci; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan; da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende; da Cultura, Gilberto Gil; e da Educação, Fernando Haddad.

Agencia Estado,

06 de março de 2006 | 08h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.