Lula é surpreendido por faixas da PF por aumento salarial

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi surpreendido hoje durante a solenidade de lançamento do Sistema Automatizado de Identificação de Impressões Digitais (Afis), na Polícia Federal, com faixas levantadas por funcionários da PF, pleiteando aumento de salário. "Suspendemos a greve, fizemos a nossa parte", cobrava uma faixa. "A negociação salarial já acabou e não tivemos aumento. Dignidade, Honestidade e Respeito", afirmava outra.Lula ficou visivelmente constrangido e para desviar a atenção ficou conversando durante a cerimônia com o presidente do Superior Tribunal de Justiça, Edson Vidigal. Além das faixas, a cerimônia na PF teve outros imprevistos. Houve problemas no som e no vídeo que apresentaria o novo sistema. O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, foi o único a fazer um pronunciamento. Em rápido discurso, ele destacou o trabalho da Polícia Federal e afirmou que a solução do caso Unaí, onde fiscais do Trabalho foram assassinados, só foi possível graças a ação da Polícia Federal e da integração das polícias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.