Lula é submetido a cirurgia para retirada de cateter

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi submetido na manhã desta quinta-feira a um procedimento cirúrgico para a retirada do cateter implantado durante seu tratamento contra um câncer de laringe, diagnosticado em outubro de 2011. A cirurgia, realizada no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, foi feita entre as 9 e 10 horas. Lula foi internado na quarta-feira para o procedimento, que já estava agendado.

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

14 de junho de 2012 | 11h33

De acordo com a assessoria de imprensa do ex-presidente, Lula foi submetido a anestesia geral. O cateter é um tubo de cerca de 10 centímetros de comprimento implantado no peito e por meio do qual ele recebia medicamentos. Após a cirurgia, o ex-presidente foi transferido para um quarto.

Também segundo a assessoria de imprensa, os compromissos de Lula estão sendo reavaliados. Estava previsto, por exemplo, que ele participaria neste sábado da abertura da Arena Socioambiental da Rio+20, mas a previsão é de que esse compromisso seja adiado. Ainda não há previsão de alta do ex-presidente.

Uma nota divulgada na quarta-feira pelo Sírio-Libanês informou que a equipe que cuida do ex-presidente é formada pelos médicos Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski e João Luiz Fernandes da Silva.

Tudo o que sabemos sobre:
Lulacirurgiacateter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.