Lula é que vai decidir candidato em 2010, diz Tarso Genro

Ministro admite mais de um nome dos partidos governistas na sucessão presidencial.

Jair Ratner, BBC

14 Janeiro 2008 | 14h05

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva "é que vai decidir" quem será o candidato das forças do governo em 2010 caso haja mais de um postulante entre os partidos da base, disse o ministro da Justiça, Tarso Genro."Eu defendo a posição de que o PT deve ter um candidato, mas acho que essa posição não deve ser insensata. Agora, não é impossível, numa frente heterogênea como a nossa, que eventualmente surjam mais que um candidato que se declarem como candidatos do campo do presidente Lula.""E aí o presidente é que vai decidir. Porque eu acho que ele tem que ser não um juiz da sucessão, mas um coordenador político, com extraordinária importância nesse processo", disse Genro, em entrevista exclusiva à BBC Brasil.Segundo o ministro, há uma diferença entre o oposição e o governo no debate sucessório. CPMF"A oposição, por exemplo, já começou o debate de 2010. Eu acho que a forte unidade que ela conseguiu compor para não permitir a aprovação da CPMF já é um gesto voltado para 2010."Segundo Genro, isso "demonstra uma grande preocupação com o sucesso que o presidente Lula está tendo na área econômica e na capacidade de investimento do Estado". Na opinião do ministro, membro do diretório nacional do PT, as forças governistas devem começar a se articular de maneira mais concreta depois das eleições municipais em outubro."É necessário que se tenha um mapeamento das forças políticas do país. Na minha, opinião, ele começará de forma regular depois das eleições municipais, porque aí vai se ter uma visão do sistema de forças capaz de dar sustentação para um ou para dois candidatos do governo."O ministro está em Portugal em uma visita de cinco dias que inclui encontros o presidente Cavaco Silva, com os ministros do Interior e da Justiça, além do diretor da Polícia Judiciária - equivalente à Polícia Federal.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.