Lula é o 10º entre presidentes da América com maior aprovação

De um total de 18 chefes de Estado, Bush aparece em penúltimo e Kirchner, em primeiro, revela pesquisa

Efe,

11 de setembro de 2007 | 18h32

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou em 10º lugar, com 48% de aprovação, em uma pesquisa sobre 20 dirigentes de todo o continente americano realizada pelo instituto mexicano Consulta Mitofsky.O governo do presidente da Argentina, Néstor Kirchner, com 71% de aprovação, e os dos governantes da Colômbia e do México, Álvaro Uribe e Felipe Calderón, ambos empatados com 66%, são os mais bem qualificados da América.Segundo a pesquisa, Uribe fica acima de Calderón quando se considera o maior tempo de seu governo.Já Nicanor Duarte, presidente do Paraguai, obteve somente 11% de aprovação, ocupando o último lugar do continente, inclusive abaixo de George W. Bush, o penúltimo colocado, com 22%.No 3º lugar da lista aparece o panamenho Martín Torrijos com 60% de aprovação, seguido pelos governantes de El Salvador, Antonio Saca, de Honduras, Manuel Zelaya, e da Bolívia, Evo Morales, todos com 57% de aceitação.O presidente do Equador, Rafael Correa, cuja popularidade continua caindo, ocupa o 6º lugar, com 56% de aprovação. Abaixo dele estão Óscar Arias, da Costa Rica (55%), Tabaré Vázquez, do Uruguai (51%), e o venezuelano Hugo Chávez (50%).A pesquisa faz uma recopilação de sondagens elaboradas com diferentes metodologias e que são divulgadas regularmente.O primeiro-ministro canadense, Stephen Harper (44%), e os presidentes da Guatemala, Óscar Berger (42%), do Chile, Michelle Bachelet (39%), e da República Dominicana, Leonel Fernández (38%), ocupam posições menos favoráveis.Com as piores qualificações ficaram o presidente peruano, Alan García, com 32% (15º lugar), o nicaragüense Daniel Ortega, com 26% (16º), o americano George W. Bush, com 22% (17º), e o paraguaio Nicanor Duarte, com 11% (18º).A pesquisa destaca que, na média, a América Central aprova mais facilmente seus governantes, com 50% de aceitação, em comparação à América do Sul (48%) e à América do Norte (44%), apesar da aprovação média dos presidentes de todo o continente ser de 47%. EuropaComo comparação, a Mitofsky lista também a situação em seis países europeus. Em primeiro lugar aparece a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, com 76% de apoio popular. Na segunda posição está o russo Vladimir Putin, com 75%, enquanto a terceira posição é do francês Nicolas Sarkozy, com 64%.Atrás deles estão o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown (56%), e o italiano Romano Prodi (44%). O pior colocado foi o chefe de governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero (40%).A pesquisa recopila dados de pesquisas realizadas em cada um dos países citados, a maior parte nos meses de julho e agosto de 2007.Veja o ranking:1. Néstor Kirchner (Argentina) 71%2. Álvaro Uribe (Colômbia) 66%3. Felipe Calderón (México) 66%4. Martín Torrijos (Panamá) 60%5. Antonio Saca (El Salvador) 57%5. Manuel Zelaya (Honduras) 57%5. Evo Morales (Bolívia) 57%6. Rafael Correa (Equador) 56%7. Óscar Arias (Costa Rica) 55%8. Tabaré Vázquez (Uruguai) 51%9. Hugo Chávez (Venezuela) 50%10. Luiz Inácio Lula da Silva (Brasil) 48%11. Stephen Harper (Canadá) 44%12. Óscar Berger (Guatemala) 42%13. Michelle Bachelet (Chile) 39%14. Leonel Fernández (República Dominicana) 38%15. Alan García (Peru) 32%16. Daniel Ortega (Nicarágua) 26%17. George W. Bush (EUA) 22%18. Nicanor Duarte (Paraguai) 11%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.