Lula é esperado por 1,5 mil em S. Bernardo

Cerca de 1.500 pessoas esperam, a chegada do presidente de horna do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, no restaurante São Judas, em São Bernardo do Campo. O Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, que promove o almoço, espera que 2 mil pessoas participem do encontro oficialmente organizado "como um pedido das bases petistas para que Lula seja o candidato do partido nas eleições presidenciais de 2002", como definiu o presidente do sindicato, Luiz Marinho. O sindicato esperava transformar o almoço no lançamento da candidatura de Lula à presidência. Mas o próprio Lula teria pedido "um pouco de calma", de acordo com Marinho. "Esta não é uma demonstração de força de uma ala do partido, mas o pedido formal de um setor importante da militância petista para que Lula seja o nosso candidato", afirmou o deputado federal Jair Meneghelli. O deputado acredita que "nunca, como agora, existiu uma conjuntura tão favorável" para a vitória de Lula. Lula desembarcou esta manhã em São Paulo, depois de passar duas semanas na China. Prefeitos, deputados, vereadores e lideranças sindicais ligadas ao PT participam do almoço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.