'Lula é conservador populista', diz vice do DEM

O vice-presidente do DEM, deputado José Carlos Aleluia (BA), disse hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "é um conservador populista, que está usando o dinheiro público para construir palanques pelo País afora". A reação do parlamentar foi uma resposta às duras críticas feitas hoje à oposição e à ironia utilizada pelo presidente de que "os democratas tiveram tanta vergonha que até mudaram o nome do partido, de PFL para DEM". Para Aleluia, a declaração de Lula é um sinal "de que a evolução e a renovação de seu partido incomodam os conservadores".Nas críticas ao presidente, Aleluia diz que ele "acha que pode tudo e está equivocado". Para o vice-presidente do DEM, "provavelmente a intimidade com gente como Hugo Chávez (presidente da Venezuela) o leva a proceder de forma tão acintosa contra as instituições, pois Lula agride a consciência nacional ao defender figuras como Severino Cavalcanti e outros aloprados". Cavalcanti renunciou à presidência da Câmara dos Deputados e ao seu mandato, em 2005, após ser acusado de receber um "mensalinho" para prorrogar a concessão de um restaurante da Casa.Aleluia diz que o DEM representa uma grande parcela do Brasil que está insatisfeita com o atual governo. Sobre os elevados índices de popularidade do presidente Lula, o deputado diz que isso é "conseqüência do uso eleitoral que ele faz da máquina pública, de forma acintosa e desrespeitosa". "A pesquisa é construída enquanto ele está em campanha e todas as vezes que ele sabe da pesquisa, ele intensifica essa propaganda e sua campanha."Ainda na avaliação de Aleluia, "o fato de Lula não se dar ao respeito é aceitável, pois é um direito do cidadão Luiz Inácio Lula da Silva não se respeitar". "Mas o presidente da República tem que respeitar a liturgia do cargo. Tem que respeitar os brasileiros sérios, que trabalham e pagam impostos para ter um país mais justo e ético", afirma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.