Lula é ´cabo eleitoral´ de parentes em Pernambuco

Três primos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva são candidatos a vereador em Pernambuco. Eraldo Ferreira dos Santos (PT) e Paulo Sérgio Teixeira de Melo (PC do B), o Paulo de Cazuca, disputam uma vaga em Garanhuns, no agreste, e José Florêncio Filho (PT), o Dudinha, tentará o quarto mandato de vereador em Caetés, município vizinho.Paulo de Cazuca, de 28 anos, assume que irá usar o parentesco durante a campanha, mandando confeccionar camisetas e santinhos com uma foto dele com o primo ilustre. Ele adotou o apelido do pai, Cazuza - José Ferreira de Melo, de 66 anos - para deixar ainda mais evidente o parentesco. "Meu pai é muito conhecido na região, independente de ser primo do presidente", explicou. Ele considera difícil a eleição para vereador, já que em Garanhuns o número de vagas caiu de 15 para 11. Mas não crê em rivalidade com o primo Eraldo. "Nossa família é unida e nossas bases eleitorais são diferentes", avalia. Eraldo já foi candidato duas vezes a vereador e uma vez a deputado estadual, sem êxito em nenhuma das tentativas. Desta vez ele confia que será eleito. Ele começou sua militância ainda adolescente, em São Paulo, na Vila Carioca, região do bairro do Ipiranga, com o presidente e família. Ajudou na campanha de Lula contra Paulo Maluf, pelo governo do Estado, em 1982, e fundou o PT em Garanhuns, no ano seguinte. Eraldo Ferreira dos Santos está produzindo um jornal de campanha, com suas propostas, a história da luta dele e do presidente e muitas fotos dos dois em atividades políticas. Já Dudinha, de 66 anos, que conviveu com Lula em Caetés e em São Paulo, disse que não vai usar a imagem do presidente em material de campanha. "O povo sabe que ele é primo, não precisa dizer", justifica. Ele teme, ainda, fazer sua campanha em cima do parentesco e, depois, virar motivo de piada, caso não seja eleito. Caminhoneiro aposentado, Dudinha já foi vereador três vezes e vice-prefeito de Caetés, município que disputa com Garanhuns o status de terra natal de Luiz Inácio Lula da Silva. No registro do presidente aparece Garanhuns, mas ele nasceu em Caetés. Na época, Caetés era um distrito, só depois foi emancipado. Os três candidatos confiam e aprovam o governo do presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.