Lula e Blair discutirão subsídios agrícolas da UE

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no seu programa semanal de rádio Café com o Presidente, anunciou que vai fazer várias reuniões de trabalho com empresários, com o setor financeiro, com prefeitos, e depois uma conversa com o primeiro-ministro britânico Tony Blair sobre a Organização Mundial de Comércio. "Estou conversando com Tony Blair desde dezembro, já falei duas vezes por telefone, falei com ele agora na África do Sul, que nós precisamos fazer com que a União Européia, representando uma parte dos países ricos, flexibilize nas negociações para que a gente possa diminuir os subsídios agrícolas para favorecer os países mais pobres".Segundo Lula, se isso não for feito, "os países mais pobres vão continuar mais pobres daqui a 30 anos". O segundo assunto que o presidente acha importante discutir com Blair é a questão do combustível renovável. "Eu conversei muito com ele sobre a questão do etanol, sobre a questão do biodiesel, acho que a Inglaterra pode fazer uma parceria muito importante com o Brasil. Por isso, eu estou muito ansioso com essa minha viagem para a Inglaterra" .Fundo de habitaçãoLula anunciou também que o Fundo Nacional de Habitação Social aplicará R$ 1 bilhão na construção de casas populares para quem mora em palafitas, "nos mangues, na beira de rio, seja em Manaus, seja em Salvador, em Sergipe, ou Recife." "Nós também vamos urbanizar favelas, setores que não têm esgoto e que ainda não têm tratamento de água". Ele disse ainda que para este ano a Caixa Econômica Federal tem R$ 18,7 bilhões para o financiamento da casa própria.Lula também falou sobre a redução de impostos sobre materiais de construção civil e disse que "o povo precisa ficar atento porque, em vários produtos, os impostos, que eram de 15%, baixaram para 5%. "Já o que eram de 5% baixamos para zero para garantir que o povo tenha acesso a material para construir a sua casa". De acordo com o presidente, 60% das casas construídas no Brasil são feitas pelo povo. "São construídas pelo cidadão comum que junta sua família e os seus amigos. No final de semana levanta um alicerce, faz um quarto, faz uma sala, faz um banheiro, depois faz uma cozinha. A família começa a habitar a casa e vai terminando o acabamento". Lula lembrou que, em 1969, comprou sua minha primeira casa no Parque Bristol, em São Paulo. "Depois fui comprando material à prestação, construí um quarto e cozinha e aluguei para o meu cunhado aquele quarto e cozinha e ainda levei o meu irmão para morar dentro da minha casa, num quarto. Porque pobre é solidário por natureza. A gente se ajuda".O presidente disse que já entregou no seu governo, 173 mil títulos de posse de terras, a pessoas que moram em lugares que eram considerados ilegais. Segundo ele, há 830 mil processos em andamento. São terras de prefeituras, dos Estados e da União - e uma parte são terras particulares."E pode ter certeza que quando tiver um título, se o cidadão tiver um barraco, ele vai se virar e vai começar a tirar as madeiras e vai começar a colocar tijolo, vai começar a colocar azulejo, vai começar a colocar cimento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.