Lula e Aécio discursam hoje em Ouro Preto

O governador Aécio Neves preside hoje, em Ouro Preto, a solenidade comemorativa de 21 de Abril, que homenageia a Inconfidência Mineira. Durante a cerimônia, o governador vai condecorar com a Medalha da Inconfidência personalidades que tenham contribuído para o prestígio e projeção do Estado. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá o Grande Colar da Inconfidência, honraria que se destina exclusivamente a chefes de governo. A cerimônia está marcada para as 11 horas, na Praça Tiradentes, a praça central de Ouro Preto. O presidente Lula será o orador oficial do evento, discursando logo após o governador mineiro. Antes dos pronunciamentos, o presidente e o governador passarão em revista a tropa do Instituto de Educação de Segurança Pública e depositarão flores no monumento ao alferes Tiradentes. Serão condecoradas várias personalidades de destaque nacional, como os ministros da Fazenda, Antônio Palocci, e da Cultura, Gilberto Gil, Viviane Senna, da Fundação Ayrton Senna, e a pediatra Zilda Arns Newmann, da Pastoral da Criança da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Serão agraciados também empresários como Roger Agnelli, da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), Roberto Civita, da Editora Abril, Domingo Alzugaray, da Editora Três, Álvaro Teixeira da Costa, dos Diários Associados, Carlo Panunzi, da Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira, o bispo Reinaldo Gilli, do jornal Hoje em Dia, e Gilman Viana Rodrigues, da Federação da Agricultura e da Pecuária de Minas Gerais (Faemg). Entre as condecorações in memorian, estão o escultor mineiro Amílcar de Castro, falecido no ano passado. A classe artística também será homenageada através da concessão de medalhas ao fotógrafo Sebastião Salgado, os atores Antônio Grassi e Marcos Frota, o maestro Wagner Tiso e o escritor Fernando Sabino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.