Lula e Aécio desconversam sobre impasse da CPMF

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desconversou hoje sobre uma eventual acordo com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), nas negociações entre governo e senadores tucanos para a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). "Eu ia falar, mas ele (Aécio) me lembrou que não é senador. Estou tentando convencer ele a ter um cargo no Senado." O governador mineiro comentou de imediato: "Ele não precisa, porque está cheio de voto lá (no Senado)."Ao desembarcar na base aérea de Pampulha, Lula teve uma conversa de dez minutos com Aécio, compartilhada também pelos ministros Luiz Dulci, da Secretaria Geral da Presidência, Walfrido Mares Guia, das Relações Institucionais, Patrus Ananias, do Desenvolvimento Social e José Temporão, da Saúde. Participaram também o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT) e o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel (PT). Lula está em Belo Horizonte para a inauguração da primeira etapa do Centro Metropolitano de Especialidades Médicas, o antigo Cardiominas, cujas obras estavam paralisadas desde 1990 e foram retomadas apenas em 2002, depois de uma parceria dos governos federal, estadual e municipal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.