Lula é aclamado no encontro do PT e se emociona

O 13º Encontro Nacional do PT teve início por volta das 18 horas, com a aclamação do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Os gritos "Olê, olê, olê, olá. Lula, Lula" e "1, 2, 3, é Lula outra vez", entoados pelos participantes do encontro, emocionaram o presidente e a direção do Partido dos Trabalhadores.Além dos petistas, participam da abertura 16 delegações estrangeiras. O vice-presidente da República, José Alencar, que é do Partido Municipalista Renovador (PMR), também foi recebido com muitos aplausos.A senadora Ideli Salvatti (PT-SC), que abriu o encontro em nome dos parlamentares petistas, deu o tom do que será esta campanha presidencial para a legenda. "O tempo que me deram para viver é este tempo de guerra", destacou, citando Bertold Brecht.Ela lembrou que a cor do PT é "o vermelho da guerra". E conclamou os militantes a defenderem a legenda e a lutarem para que o País continue na rota em que está. "Vamos sair deste encontro com espírito de guerra."O ginásio do Sindicato dos Bancários, onde ocorre o encontro nacional do PT, está lotado pelos militantes e uma grande faixa saúda Lula com os dizeres: "Lula é o meu presidente."O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), foi um dos alvos dos "gritos de guerra" entoados pelos petistas. "Bornhausen, estou aqui. A nossa raça você tem que engolir", gritavam os militantes do PT na abertura do evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.