Lula diz que terá acesso a autos do caso Battisti hoje

Depois de ser fotografado com os novos integrantes do Conselho Nacional de Segurança Pública, que tomaram posse hoje em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve o suspense em relação ao futuro do ativista político italiano Cesare Battisti, embora já se tenha a certeza no governo de que ele vai mantê-lo no País. "Eu vou ter acesso aos autos do processo hoje à tarde e depois falo com vocês", disse.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

30 Dezembro 2010 | 15h01

Battisti foi condenado a prisão perpétua na Itália em 1987 por quatro assassinatos promovidos pela organização Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Preso na Penitenciária da Papuda desde março de 2007, aguarda uma decisão do presidente sobre sua extradição. Lula não quer deixar o caso para ser resolvido pela futura presidente Dilma Rousseff.

Aos jornalistas, o presidente afirmou que quando tiver uma decisão sobre o caso, "vocês saberão". Perguntado como estava se sentindo a dois dias para o término do mandato, respondeu: "Quando eu entrei eu já sabia a data de sair."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.