Lula diz que seu governo fez 'milagre' nos últimos anos

Presidente foi condecorado em evento como o 'Campeão Mundial na Luta contra a Fome'

Leandro Colon e Fabíola Salvador, Agência Estado

10 Maio 2010 | 12h54

 

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, nesta segunda-feira, 10, a autoridades africanas que seu governo fez "milagre nos últimos anos". Para exemplificar, ele citou o crescimento da classe média no País. "Foi a capacidade de consumo dos pobres que fez a economia brasileira resistir à crise dos países ricos. As classes D e E do Norte e Nordeste consumiram mais que a A e B das regiões Sul e Sudeste. Os pobres foram à luta, compraram o que não podiam", disse Lula. "É a multiplicação dos pães. É um dos milagres que aconteceram no País", ressaltou. "Os pobres viraram classe média, passaram a comprar em shopping centers."

 

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif Lula critica ONU e prevê vitória do PT em 2010

O presidente afirmou ainda que é necessário que os países ricos continuem ajudando as nações africanas e pediu que o próximo presidente da República mantenha as atuais relações com o continente. "Eu espero que o próximo governo continue pensando nessa trajetória", disse. "Espero que outros presidentes viajem mais do que eu para que possam descobrir o potencial que existe em nossas relações."

O presidente disse que, na política, os candidatos sempre prometem mudar a vida dos pobres, mas que, após a eleição, são os ricos que têm acesso às decisões. "Na hora de governar, o pobre sai da agenda e entra o rico", afirmou. O presidente reforçou ainda que não se pode esperar que sobre dinheiro do orçamento para investir no combate à fome. "O combate à pobreza só será vencido se houver prioridade na política orçamentária de cada país".

O discurso foi feito durante abertura de um encontro em Brasília entre ministros da Agricultura de países africanos e o governo brasileiro, organizado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Lula destacou ainda a importância do desenvolvimento da agricultura africana e a importância de o Brasil e outros países investirem no continente. Lula foi condecorado, durante o evento, como o "Campeão Mundial na Luta contra a Fome".

Mais conteúdo sobre:
diplomacia eleição Lula milagre África

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.