Lula diz que salário de ministro é pequeno

Na véspera de enviar ao Congresso a proposta de reforma da Previdência e reacender o debate sobre a fixação de um teto para o funcionalismo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, nesta terça-feira, que o salário de seus ministros, de R$ 8.280,00 mensais, é ?pequeno?.Tão pequeno que, ao discursar na comemoração dos 30 anos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o presidente expressou seu espanto pelo fato de os auxiliares aceitarem o cargo. ?De vez em quando fico pensando: como é que uma pessoa honesta, uma pessoa que não vai desviar um milímetro do dinheiro público para sua conta, aceita ser ministro, num País onde salário de ministro é tão pequeno??, perguntou.Ao chegar à Embrapa, o presidente viu faixas afixadas por servidores da empresa pedindo aumento de salário. Em seu discurso, ele disse que os funcionários agiam ?com muita razão?, mas lembrou que o momento do País inspira cautela: ?Se a situação do Brasil fosse muito boa, certamente eu não seria presidente da República?, disse.Os 35 ministros de Lula assumiram o cargo recebendo R$ 8.280,00. Com o reajuste de 1% mais a gratificação de R$ 59,00 concedida neste mês, deverão receber R$ 8.422,00, o equivalente a 35 vezes o valor do salário mínimo ? reajustado também neste mês para R$ 240,00. Lula ganha um pouco mais: R$ 8.797,00. Seu salário, porém, é inferior ao dos parlamentares e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).Veja o índice de notícias sobre as reformas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.