Lula diz que PL não é partido de direita

O pré-candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) à presidencia da República, Luiz Inácio Lula da Silva, procurou minimizar as resistências a uma possivel aliança com o Partid Liberal (PL). E disse hoje que não considera a legenda liberal um partido de direita. "O comportamento do PL na Câmara dos Deputados tem sido de votar praticamente todas as coisas sérias contra o governo e junto com a oposição. Aqueles que têm preconceito e que fazem críticas pelo fato do PL estar com a oposição são aqueles que não querem que o PT ganhe". Lula desembarcou no final da manhã em Montes Claros, norte de Minas, acompanhado do senador José Alencar (PL-MG) e dos presidentes nacionais do PT, José Dirceu e do PL, Waldemar Costa Neto. Na cidade, ele visitou unidades industriais da Coteminas , de propriedade de Alencar. O PT tem cortejado o senador, oferecendo-lhe a vaga de vice na chapa presidencial. De acordo com o presidente do PL, a tendência é mesmo que o partido se alie ao PT. Alenca,r no entanto, pode optar também por disputar sucessão estadual, como prefere a direção da sigla liberal em Minas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.