Lula diz que Pires continuará no Ministério da Defesa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira, 27, que o ministro da Defesa, Waldir Pires, continuará no cargo. "Continua", disse o presidente acenando positivamente com a cabeça. A declaração foi feita no Palácio do Itamaraty antes do almoço do presidente com o primeiro-ministro da Itália, Romano Prodi. Pires participou nesta manhã de reunião com o presidente Lula e dirigentes da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), para discutir a crise no setor aéreo. A pasta da Defesa era tratada como uma das pendências de Lula para fechar a reforma ministerial e o nome de Aldo Rebelo (PCdoB-SP) foi cotado para substituir Pires, que vem se mantendo apesar da situação nos aeroportos. Aldo conta com o apreço dos militares, mas pode não aceitar a indicação, caso o presidente mude de idéia. No auge da disputa pelo comando da Câmara, em fevereiro, o deputado jurou que não aceitaria nenhuma proposta para voltar ao governo.Ministro da Coordenação Política de 2004 a 2005, ele estuda candidatar-se à prefeitura de São Paulo em 2008 e já iniciou conversas com empresários paulistas para conquistar apoio a esse eventual projeto. (Com Reuters)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.