Lula diz que Orçamento está curto, mas não prevê cortes

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que "a natureza cortou o Orçamento". "Todo mundo sabe que estamos trabalhando com R$ 60 bilhões a menos daquilo que estava previsto. É como se faltasse 30% do salário de vocês no final do mês. Vocês vão ter que apertar as coisas dentro de casa. O governo tem que apertar", disse Lula, ao deixar cerimônia na Embrapa. Questionado se seriam necessários novos cortes, Lula disse que "não estão previstos".

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

15 de julho de 2009 | 19h01

"Vamos ter de trabalhar agora medindo mês a mês, de acordo com a recuperação da economia. Esses dias, fiquei feliz porque o Reinhold Stephanes (ministro da Agricultura) me disse que, na agricultura, nós crescemos as exportações. É um dado importante. Na indústria automobilística, estamos recuperando espaço na exportação de carros. Outro passo importante. Graças a Deus estamos numa situação confortável. Eu gostaria que estivesse melhor. Mas, em não podendo estar melhor, acho que está de bom tamanho", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
OrçamentoLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.